Acupuntura reduz a resposta do hormônio do estresse

estresseWASHINGTON – Embora a acupuntura seja amplamente usada para tratar o estresse crônico, os mecanismos de ação que levam a benefícios de saúde ainda não são totalmente compreendidos. Em uma série de estudos da Universidade de Georgetown, os pesquisadores estão demonstrando como a acupuntura pode reduzir significativamente a resposta do hormônio de estresse crônico. O estudo mais recente foi publicado na “Journal of Endocrinology”.

“Estamos começando a entender o que acontece em nível molecular, o que ajuda a explicar os benefícios da acupuntura”, disse o principal autor do estudo, Ladan Eshkevari, que é professor-associado da Escola de Estudos de Enfermagem e Saúde da Universidade de Georgetown.

Eshkevari projetou uma série de estudos em ratos para testar o efeito da acupuntura eletrônica em níveis de proteínas e hormônios secretados por vias biológicas envolvidas na resposta ao estresse. “Eu usei a eletroacupuntura porque queria ter certeza de que cada animal recebeu a mesma dose do tratamento”, explicou.

O local que foi utilizado para aplicação da agulha de acupuntura é chamado de “Zusanli” (na perna, abaixo do joelho) e, segundo relatos, ajuda a aliviar uma variedade de condições, incluindo o estresse.

O estudo utilizou quatro grupos de ratos para uma experiência de 10 dias: um grupo controle que não estava estressado e não recebeu a acupuntura, um grupo que se destacou por uma hora por dia e não recebeu a acupuntura, um grupo que se destacou e recebeu acupuntura perto da cauda, ​​e o grupo experimental, que recebeu acupuntura no ponto de Zusanli, na perna.

Os pesquisadores mediram os níveis sanguíneos de hormônios secretados pelo eixo hipotálamo hipófise (HPA) adrenal, que inclui o hipotálamo, a hipófise e a glândula adrenal. As interações entre esses órgãos controlam as reações ao estresse e regulam a digestão, o armazenamento do sistema imunológico, o humor, as emoções e a sexualidade.

Eles também mediram os níveis de NPY, um peptídeo secretado pelo sistema nervoso presente em roedores e seres humanos. Este sistema está envolvido na “fuga ou luta”, resposta ao estresse agudo. Nesse estudo, os pesquisadores verificaram que os níveis de NPY foram reduzidos no grupo experimental quase ao nível do grupo de controle, enquanto os ratos que foram realçados e não tratados com a acupuntura Zusanli tinham níveis elevados de NPY.

“São crescentes as evidências que apontam para o efeito protetor da acupuntura contra a resposta ao estresse”, afirmou Eshkevari no estudo.

Fonte: O Globo

Acupuntura é eficaz para o tratamento das dores lombares crônicas

 

A acupuntura é um ramo da medicina tradicional chinesa e, de acordo com a nova terminologia da OMS (Organização Mundial da Saúde), um método de tratamento complementar. O tratamento acupunterápico consiste no diagnóstico (igualmente baseado em ensinamentos clássicos da Medicina Tradicional Chinesa) e na aplicação de agulhas em pontos definidos do corpo, chamados de “Pontos de Acupuntura” ou “Acupontos” que se distribuem principalmente sobre linhas chamadas “meridianos chineses” e “canais”, para obter diferentes efeitos terapêuticos conforme o caso tratado.

Também são utilizadas outras técnicas alternativa ou complementarmente, sendo as mais conhecidas a moxabustão (aplicação de calor sobre os acupontos ou meridianos), a auriculoterapia e, mais recentemente, a eletroacupuntura.

A acupuntura é eficaz no tratamento das dores lombares? Veja o posicionamento do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Médica Brasileira (AMB).

Os diversos estudos sobre o assunto demonstraram que existem evidências consistente da eficácia da acupuntura para o tratamento da dor lombar crônica em prazo curto (até três meses depois do tratamento), e de que os efeitos benéficos se mantêm por prazo maior do que um ano. Ficou também definido que o efeito da acupuntura é maior em associação com outros tratamentos, e as evidências sugerem superioridade do método com relação aos tratamentos usuais. Também há evidência de que a acupuntura proporciona grandes chances de melhorar a condição funcional. Os custos relacionados com a inclusão do método são vantajosos.

Fonte: Projetos Diretrizes Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Médica Brasileira (AMB).

Comentário do méido Dr. Tufi Dippe Júnior:

A dor lombar (lombalgia) é uma queixa muito comum entre os pacientes cardiopatas. A acupuntura por suas ações benéficas e raros efeitos colaterais, tornou-se uma opção importante de tratamento para esses pacientes de forma isolada ou associada à fisioterapia. O fato é que tais pacientes devem evitar o uso prolongado e abusivo de anti-inflamatórios não-hormonais, os quais podem aumentar a pressão arterial e o risco cardíaco, além de afetar os rins e agredir a mucosa do aparelho digestivo.

Autor: Dr. Tufi Dippe Júnior – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

Fonte: Portal do Coração