Posts

Canabidiol deve ser liberado no Brasil

Luiz Klassmann, representante da Anvisa no 4º Simpósio Internacional da Cannabis Medicinal anunciou hoje, na abertura do evento, que a área técnica da agência aprovou a reclassificação do canabidiol no Brasil. O estudo propõe a retirada da substância da lista F1, de drogas proscritas, para a lista C1, que permite a prescrição por médicos com receita normal, em duas vias. Para a medida entrar em vigor, ela ainda depende da aprovação da diretoria colegiada da Anvisa. Klassmann estima que isso aconteça até o final de junho. Se isso realmente acontecer, o canabidiol será o primeiro derivado da Cannabis sativa a ter seu potencial terapêutico reconhecido no país.

Fonte: Super Interessante

Extrato de ginseng pode ser superior à vacina contra gripe

O ginseng (Ren Shen no sistema Pinyin de Romanização) é uma erva usada para Tonificar o Qi, atuando principalmente no Baço e Pulmão.

ginsengO ginseng, a raiz da planta Panax ginseng, é uma das plantas medicinais mais usadas no mundo, frequentemente vendida como um remédio para a fadiga sem contraindicações.

Sabe-se também que o ginseng atua sobre o sistema imunológico e afeta a replicação viral.

É por isso que a planta medicinal é uma forma muito eficaz de prevenção da gripe.

Embora venha sendo utilizado pelos seres humanos há milhares de anos, só recentemente pesquisadores começaram a investigar as utilizações terapêuticas e farmacológicas do ginseng, incluindo suas propriedades antialérgicas e anti-inflamatórias.

Melhor que vacina ou tamiflu

Um dos estudos mais recentes e mais significativos foi publicado pela equipe do Dr. Sang-Moo Kang, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade do Estado da Geórgia (EUA).

Os resultados indicam que o consumo normal do extrato do ginseng vermelho coreano por indivíduos saudáveis pode prevenir infecções por diferentes cepas dos vírus da gripe – ao contrário das vacinas sazonais, que só protegem contra as variantes virais de cada estação.

E estudos em animais sugerem que a ingestão do ginseng a longo prazo poderia dar ao sistema imunológico uma melhor resistência para combater patógenos que ele venha a encontrar pela primeira vez no futuro.

Segundo o Dr. Sang-Moo, o efeito que o ginseng teve sobre as infecções pelo vírus de gripe, independentemente da variante do vírus, torna-o um substituto potencial superior à proteção contra cepas específicas fornecida pelas vacinas anuais contra a gripe e mesmo de medicamentos antivirais como o Tamiflu – que está sob fogo cerrado em relação à sua alegada eficácia como tratamento contra a gripe severa.

“Nosso estudo mais recente revelou que o ginseng melhorou a sobrevivência das células epiteliais do pulmão humano (células do tecido que reveste as cavidades do pulmão) quando alguém está infectado com o vírus da gripe,” relata o pesquisador.

“Além disso, o tratamento com ginseng reduziu a expressão de genes pró-inflamatórios, provavelmente em parte interferindo quimicamente com moléculas reativas que contêm oxigênio e que são formadas pelo vírus da gripe,” concluiu o Dr. Sang-Moo Kang.

Extrato de ginseng vermelho

Segundo o pesquisador, os extratos de ginseng vermelho coreano usados em sua pesquisa são produzidos por vaporização e secagem das raízes frescas da planta Panax ginseng com cerca de seis anos de idade.

Elas são cozidas em água e os sobrenadantes – ou líquidos acima do material que se deposita – são concentrados.

É essa preparação que pode ser designada como “extrato de ginseng vermelho”.

Fonte: The Conversation